Enchentes no RS: Inter usa barco no CT, e Grêmio vê ‘situação de guerra’

EsporteFutebolEnchentes no RS: Inter usa barco no CT, e Grêmio vê ‘situação de guerra’Stefanie Ramos e Marinho SaldanhaDo UOL, em São Paulo e em Porto Alegre04/05/2024 04h00

da Série D

da cassinos com rodadas grátis no cadastro winbrl casino: Os Centros de Treinamentos de Grêmio e Inter foram afetados por conta das fortes chuvas no Rio Grande do Sul.

O que aconteceu

O Grêmio deu folga geral nesta sexta-feira (3) por conta das inundações. Segundo a assessoria do clube, a estrutura do CT está preservada, apenas os campos foram atingidos pela alta do Guaíba.

Estamos em meio a uma situação de guerra Alberto Guerra, presidente do Grêmio

  • Juca Kfouri

    Em jogo quente, Galo tira o doce da boca do Flu

  • André Santana

    R$ 60 mi por um dia de Madonna. E o povo?

  • Wálter Maierovitch

    As reações do Hamas ao forte ultimato de Israel

  • Natalia Timerman

    Paul Auster: o escritor e seus livros não morrem

O Tricolor definiu que os próximos treinamentos serão no Complexo Esportivo da PUCRS na zona leste de Porto Alegre, distante das principais zonas de inundação.

Inter usa barco para reduzir dano

O elenco do Inter não tinha treino marcado para sexta-feira. O trabalho deste sábado será realizado no Beira-Rio. Os próximos ainda terão locais definidos, o clube estuda deslocar atividades para o CT de Alvorada, que abriga as categorias de base, ou alugar algum espaço para não sobrecarregar o gramado do Beira-Rio.

O CT Parque Gigante foi atingido em cheio pela enchente. Além dos campos, a estrutura administrativa, espaço de academia, área de saúde e escritórios foram tomados pela água.

O Colorado começou um processo de retirada dos equipamentos. Computadores, documentos, equipamentos de academia, aparato de departamento médico, fisioterapia, fisiologia, tudo foi levado ainda antes do avanço das águas. Até mesmo a energia elétrica do CT foi desligada para evitar riscos.

Na sexta-feira, um barco foi utilizado por funcionários do clube para retirada da última carga de equipamentos que ainda estavam no CT, como chuteiras, bolas e artefatos de treino. Restaram no CT apenas o que era impossível retirar.

Continua após a publicidade

Assim que finalizou o treino do time principal na quinta-feira, a equipe de patrimônio e manutenção começou a retirada de equipamentos latentes, de academia, performance, saúde, computadores, tudo que era possível. Tivemos que derrubar a energia elétrica do CT porque a água estava muito alta. Já na sexta, entramos no CT de barco para recolher o restante. Infelizmente já entrou 15 centímetros de água na área administrativa, os campos estão cobertos de água, muitas áreas estão afetadas.

Gabriel Nunes, vice-presidente de Patrimônio do Inter

Além disso, o Inter terá prejuízo na área social do Parque Gigante. As piscinas externas foram tomadas pela água e a reforma da piscina térmica, que seria entregue em julho, também foi afetada diretamente.

O Colorado aguarda o recuo da enchente para ter ideia de quando poderá voltar a usar seu Centro de Treinamentos. Tão logo a água baixe, o clube calcula ao menos 10 dias para limpeza e recolocação de todo material.

A cheia do Guaíba já era esperada. O Instituto de Pesquisas Hidráulicas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) estima que o nível do lago possa chegar a 5 metros.

Continua após a publicidade

Newsletter

OLHAR OLÍMPICO

Resumo dos resultados dos atletas brasileiros de olho em Paris-24 e os bastidores do esporte. Toda segunda.

Quero receber

As condições climáticas fizeram a CBF adiar partidas do Campeonato Brasileiro.

Solidariedade dos jogadores

Thiago Maia e Rochet fizeram questão de ajudar as pessoas que ficaram desabrigadas com as chuvas. Enquanto o goleiro participou da distribuição de alimentos para a população, o volante ajudou doando cestas básicas.

Diego Costa, do Grêmio, emprestou seu jet ski e conseguiu mais três ajudando no resgate de aproximadamente 100 pessoas na cidade de Eldorado do Sul, na região metropolitana da capital.

O Inter ainda ofereceu o espaço do ginásio Gigantinho à prefeitura de Porto Alegre para receber pessoas atingidas pelas enchentes. A administração da cidade irá aguardar para observar se o local está na rota das águas antes de deslocar os desabrigados para lá. Localizado ao lado do Beira-Rio, o ginásio tem estrutura para receber ao menos 300 pessoas.

Juventude arrecada 11 toneladas em doações

O Juventude foi pouco afetado pelas enchentes e deslizamentos ocorridos na Serra Gaúcha. Como o CT do alviverde fica em uma região mais alta de Caxias do Sul, houve apenas pequenos prejuízos em razão das chuvas e ventos.

Continua após a publicidade

O Papo organizou uma grande campanha para arrecadação de doações aos atingidos pelas enchentes. Foram sete toneladas de alimentos, água, roupas, colchões, produtos de limpeza, de higiene, ração animal e muitos outros itens. Além disso, o grupo de jogadores, estafe e comissão técnica do time principal doaram mais quatro toneladas, totalizando 11 toneladas de doações.

Veja também
Deixe seu comentárioSó para assinantes